Horário de Funcionamento
das 13:00 às 19:00
Rua Moisés de Oliveira, 210
Rio Bonito - Irati, PR
(42) 3423-3327

Reunião da Adecsul - Terra Dos Pinheirais 31-08-18

As 13h30 min do dia 31 de Agosto de 2018, no Auditório da sede da AMCESPAR – Associação dos Municípios do Centro Sul do Paraná, situado este à Rua Conselheiro Zacarias nº 620, no município de Irati (PR) reuniram-se a ADECSUL – Agência De Desenvolvimento Das Regiões Sul e Centro Sul Do Estado Do Paraná e representantes dos seguintes municípios: Fernandes Pinheiro; General Carneiro; Guarapuava; Inácio Martins;Irati; Mallet; Paula Freitas; Prudentópolis; Rio Azul; São Mateus do Sul e Teixeira Soares. Presentes 10 (dez) municípios dos (15) quinze que compõe o Mapa do Turismo regional da Terra dos Pinheirais.

Compôs a mesa Deise Bezerra (Paraná Turismo), Prof. Elieti Goveia (Unicentro),Vanderlei Kawa (Amcespar) e Estela Mara Rosa (Adecsul).

Estela fez uma apresentação das ações da Adecsul, e suas funções e esclareceu dúvidas dos presentes. Lembrou que a Adecsul é a entidade que responde pela IGR, que possui nove(09) Superintendências ou Câmaras Setoriais,e que entre elas está a Superintendência / Câmara de TURISMO que é a responsável pela Governança Regional de Turismo da Terra dos Pinheirais. Para não se ter dúvidas sobre o que é a Adecsul (entidade) e a Terra dos Pinheirais (nome da nossa região turística). Comentou sobre a reunião do Conselho Curador para alteração de Estatuto e eleição da nova Diretoria ocorrida naquele mesmo dia pela manhã.

Lembrou ainda do Plano OPERACIONAL 2017 /2019 IGRe os objetivos para 2018, ou seja os desafios regionais,sendo eles:

· Sustentabilidade da Instituição -estrutura física, técnica e funcional

· Municípios com lei de Utilidade Pública e Lei do Repasse

· Maior integração e participação

· Participação da iniciativa privada

· Ampliação de projetos das outras Câmaras Setoriais, além do Turismo.

·  Lei de Utilidade Pública e lei de Repasse

A Adecsul é uma Agência de Desenvolvimento e pode atuar em qualquer uma de suas nove Câmaras Setorias. A Utilidade Pública e aprovação das respectivas Leis de Repasse são etapas fundamentais para que a nossa Agência microrregional de fomento ao desenvolvimento integrado possa empreender, com sucesso, suas finalidades institucionais em prol de todas as municipalidades de sua jurisdição institucional.

Em relação a Câmara de Turismo,lembrou que os  BENEFÍCIOS da ASSOCIAÇÃO na ‘IGR’ são: APOIAR - ASSESSORAR – REALIZAR

· A realização de inventários, conselhos e fundos municipais

· A análise dos Eventos Municipais (classificar e hierarquizar)

· Na identificação de atrativos de maior hierarquia

· A confecção de projetos para obtenção de recursos

· Na hierarquização de atrativos e equipamentos municipais (para promoção, roteiros,modelos etc)

· Capacitar gestores públicos e privados dos municípios (em gestão, captação de recursos,desenvolvimento de produtos

·  Criação e capacitação de uma Rede de Interlocutores municipais

·  Organização e divulgação de Calendário de Eventos Regional

· Estruturação de uma Matriz de relacionamento -identificar e mobilizar as instituições que atuam regionalmente para participação e/ou apoio à IGR (órgãos ambientais e culturais, de infraestrutura, de esporte, Sistema “S”, representantes da cadeia produtiva do turismo etc;

· Captação de recursos e parcerias para Projetos com foco regional

· Buscar possibilidades de recursos para projetos dos municípios

· Promoção e divulgação regional – virtual ou presencial (site regional, redes sociais,apps, material impresso e informativo, vídeos, marca...)

· Identificação de produtos turísticos -estabelecimentos e atrativos

· Planejamento de roteiros regionais

· Campanhas para melhoria do paisagismo nos municípios

· Identificação dos segmentos turísticos regionais viáveis

· Identificação e promoção de ações intra-regionais e interinstitucionais

· Identificação de indicadores regionais para monitoramento e a

· Avaliação do processo de desenvolvimento regional do turismo

· Negociação de recursos técnicos, normativos e institucionais com as diferentes esferas do poder público, empresários e organismos nacionais/internacionais para apoiar a implementação da regionalização do Turismo

· Identificação e participação em eventos promocionais, de acordo com a oferta da Região – local, regional, estadual,nacional e internacional

 As 14hs30 Deise Bezerra, coordenadora Estadual fez sua explanação aos presentes.

Lembrou que a Instância de Governança Regional é uma organização com participação do poder público, do setor privado e de outras entidades representativas do turismo dos municípios componentes das regiões turísticas, com o papel de coordenar o Programa em âmbito regional. Elas passam a ser responsáveis pela definição de prioridades, pela coordenação das decisões a serem tomadas, pelo planejamento e execução do processo de desenvolvimento do turismo na região turística.

*O Programa de Regionalização do Turismo é um programa estruturante do Ministério,que trabalha a convergência e a interação de todas as ações desempenhadas pelo MTur com estados e municípios brasileiros. Seu objetivo principal é o de apoiara estruturação dos destinos, a gestão e a promoção do turismo no País, a partir de 8 eixos estruturantes com vistas à promoção do desenvolvimento regional. O Mapa do Turismo Brasileiro que define a área - o recorte territorial - que deve ser trabalhada prioritariamente pelo Ministério. Ele é atualizado periodicamente.

Lembrou dos critérios para fazer parte do Mapa Turístico:  1º ter órgão responsável pela pasta de turismo (apresentar legislação).2º - Assinar Termo de Compromisso,indicando representante. 3º - Dotação Orçamentária para o Turismo – LOA 2017. 4º  - Possuir oferta turística - principal ou complementar ou de apoio ao turismo -fornecimento de produção associada ou mão de obra; portão de entrada, estar no corredor turístico. Como Critério Estadual está a participação do município na IGR.

Explanou sobre a Categorização, que se trata de um instrumento elaborado pelo Ministério do Turismo – MTur para identificar o desempenho da economia do setor nos municípios que constam no Mapa do Turismo Brasileiro.  Abordou ainda o tema sobre o Mapa do Turismo 2019 – Importância da Regionalização e novos critérios de adesão ao Mapa 2019.

Deise fez um rápido retrospecto do TURISMO, de 1994 - Programa Nacional de Municipalização do Turismo, como lançamento do PNMT , o Lançamento do PRT, até os dia atuais. E lembro que a regionalização do Estado do Paraná teve como ponto de partida as (18) regiões administrativas e as propostas e arranjos regionais existentes = manter relações e facilitar organização/planejamento.

 MAPA DO TURISMO BRASILEIRO – 2019 - Critérios

• Por Região os municípios devem possuir características similares e/ou complementares e aspectos que os identifiquem enquanto região, ou seja, que tenham uma identidade histórica, cultural, econômica e/ou geográfica em comum;

• Os municípios devem ser limítrofes e/ou próximos uns aos outros;

• Os municípios devem participar de uma Instância de Governança Regional.

• As Regiões Turísticas devem ser apresentadas pelo Órgão Oficial de Turismo. Conselho Estadual de Turismo

• Assinar termo de compromisso com Mtur

• Reconhecimento do OOT Estadual por Resolução Anual

• Prestadores de Serviços no CADASTUR : Município deve ter empreendimento(s) cadastrado(s) na Base de Dados do Sistema de Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos –CADASTUR.

• Regionalização do Turismo - SISPRT

• Inserção do próprio MTur

• Analisar o Plano Municipal de Turismo

Deise falou sobre o Prodetur - linha de financiamento para iniciativa privada, explicou que o Ministério não irá repassar recursos para municípios que não estejam empenhados em desenvolver o turismo. Falou ainda da importância da participação dos municípios nas reuniões regionais e que isso poderia ser um critério adotado pela IGR para a manutenção do município no Mapa. E ainda que a participação em Feiras e Eventos do estande da PR Turismo depende da participação ativa do município na IGR. Lembrou ainda de todos os benefícios e serviços que a IGR pode prestar ao município. Por fim esclareceu que a Regionalização deixa de ser um programa e uma diretriz, para ser uma política de governo, ou seja, não há mais retrocesso neste caminho.

 Ao final o Vanderlei Kawa distribuiuos adeviso da campanha “Eu sou da Terrados Pinheirais”, definida na última reunião da Adecsul com autorização do Presidente da Amcespar Junior Benato, ocasião em que a Deise estava presente.Ela elogiou pela decisão e a pronta ação da Terra dos Pinheirais!

 A reunião encerrou-se as 17hs00 dodia 31/08/2018.