Horário de Funcionamento
das 13:00 às 19:00
Travessa Frei Jaime, 40 - 2º Andar
Centro - Irati, PR

Municípios da Terra dos Pinheiros são contemplados com projeto de retomada do turismo do Governo do Estado

A Região Turística Terra dos Pinheirais recebeu a equipe de Comunicação do Governo do Estado em dois de seus municípios, Prudentópolis e Irati. A visita faz parte da campanha de retomada das atividades turísticas no Paraná, organizada pela Secretaria de Comunicação do Estado. 

Em Prudentópolis, na quarta-feira (10 de fevereiro de 2021), o cronograma de visitas aconteceu da seguinte forma:

Igreja São Josafat 

Foi apresentado o estilo Bizantino da igreja que é considerada uma das mais belas do país. Construída entre os anos 1925/1928. Em 1979 foi tombada pela Secretaria de Cultura do Estado do Paraná como patrimônio artístico e cultural do Paraná. O pároco da igreja, padre Dionísio Horbuch deu entrevista a equipe.

Museu do Milênio

Criado com o intuito de resgatar e preservar a memória e história do imigrante ucraniano, foi inaugurado em 1989, com a exposição temporária “Os ucranianos em Prudentópolis”, mostrando a arte sacra, artesanato, folclore, educação e instituições. O seu acervo é composto por objetos de uso tradicionais, artesanato típico, documentos, fotografias e livros relacionados ao povo ucraniano. No museu também é possível obter maiores informações e acesso às algumas igrejas do centro da cidade.

Santuário Nossa Senhora das Graças

Construída na década de 1950, com seu estilo gótico, possui no seu interior um altar-mor, ricamente trabalhado em mármore que abriga uma imagem de Nossa Senhora das Graças, esculpida especialmente para este templo. Meroslawa Krevey relatou em entrevista sobre esta igreja.

Almoço no Restaurante Cheiro da Terra.

Veneração Popular à Madre Anatólia

Irmã Inez contou à equipe de comunicação por meio de entrevista a história da Irmã Anatólia Bodnar que nasceu na Ucrânia, em 29 de março de 1884, veio para o Brasil e radicou-se em Prudentópolis, onde faleceu em 16 de fevereiro de 1956, aos 71 anos. Serva da Imaculada Virgem Maria, viveu uma vida santificada no bem, na fé e no amor ao próximo, sofreu em santidade e próxima da sua morte, com a gangrena a subir-lhe pelo corpo, jamais duvidou de seu Deus. Santificada pelo povo em vida e após sua morte, seu túmulo que está localizado no Cemitério da Paróquia São Josafat e começou a ser local de preces e pedidos. Hoje, é possível encontrar junto aos túmulos várias placas de agradecimentos pelas graças alcançadas.

Em Irati, na sexta-feira (12 de fevereiro de 2021), a presidente da ADECSUL, Estela Mara Rosa acompanhou a equipe de comunicação do Governo do Paraná representada pelo repórter Carlos Vicelli, o cinegrafista Mauri Mendes, o fotógrafo José Fernando Ogura e o motorista Antônio Saldanha, até os seguintes pontos que serão especificados abaixo: 

Matriz Nossa Senhora da Luz

A Matriz Nossa Senhora da Luz foi escolhida para representar a religiosidade de Irati, pois neste ano dia 11 de março, a atual construção, completa 90 anos, porém, a primeira igreja Nossa Senhora da Luz de Irati, que ficava localizada próxima à estação, foi criada em 1904. A igreja é conhecida como “a matriz de Irati”, apesar de existirem outras três matrizes católicas e uma do rito ucraíno-católico, a igreja Nossa Senhora da Luz é a referência no município. 

Para contar sobre esta rica história que compõe a identidade do povo iratiense o padre Alexandre Spena Regueira convidou o memorialista Herculano Batista Neto, que já escreveu um livro sobre a matriz, e ambos foram entrevistados pelo repórter Carlos Vicelli. 

Herculano explicou questões a respeito da identidade do povo que formou a cidade de Irati, sendo que a maioria eram poloneses e ucranianos, também vieram italianos, alemães e outras etnias, que estavam todas ligadas pela necessidade de seguir uma religião e garantir a educação dos filhos. 

O padre Alexandre ressaltou o poder que a igreja tem sobre as pessoas, se trata da reverência que o povo tem pelas autoridades religiosas, que assim como outros poderes, são o norte da vida da grande maioria da sociedade.

Toda essa herança religiosa e cultural que forma Irati está inteiramente ligada à promoção do turismo no município. Pois, conforme relatou o padre, muitas pessoas que já não residem nesta cidade veem até ela por guardar lembranças nos templos religiosos. Por exemplo, um ente querido que ali foi batizado, ou um casamento que ali foi celebrado. Além da beleza que a construção preserva e do principal motivo que leva ao turismo religioso, que é a fé.

Colina Nossa Senhora das Graças

Em seguida, a presidente da ADECSUL acompanhou a equipe de comunicação até a Colina Nossa Senhora das Graças. O local permite a apreciação de uma vista que abrange a cidade como um todo. Estela contou sobre a história da Santa que foi levantada em homenagem ao cinquentenário do município.
Paróquia Imaculado Coração de Maria e Colégio São Vicente de Paulo

Após a visita até a Santa, os membros da equipe de comunicação ficaram surpresos com a beleza da construção do Colégio São Vicente de Paulo e a Paróquia Imaculado Coração de Maria e foram até estes locais para fotografar. 

Na paróquia, o padre Dionísio Mazur abriu as portas e conversou com a equipe, contou sobre as missas e cultos, e o rito Ucraíno-Católico, a Língua Ucraniana que é preservada nas celebrações. Todos comtemplaram a raridade da igreja tanto por fora quanto por dentro.

Parque Aquático 

Não poderia faltar o famoso Parque Aquático de Irati, que é ponto principal para o lazer, não só para quem vive no município, mas também para a região que muitas vezes vem em busca da tranquilidade que o local transmite. A equipe de comunicação do Governo fez imagens e fotos, além de contemplarem a paisagem e ficarem sabendo parte da história daquele local que era a Olaria Santa Terezinha.

Colônia de Equilíbrio Dom Inácio de Loyola – Pinho de Baixo 

Não poderia faltar um mergulho na cultura italiana, que é fortemente preservada na comunidade do Pinho de Baixo, interior de Irati. A equipe da ADECSUL e a equipe de comunicação do Governo do Estado foram até a Casa dei Nonni, onde foram recebidos por Maria Cristina Medeiros Mazza a qual contou a história do museu e sua importância para o turismo regional.

Em seguida, chegou à vez de conhecer a Colônia de Equilíbrio Dom Inácio de Loyola que foi apresentada pela proprietária, Maria Cristina Medeiros Mazza. A colônia fica localizada a aproximadamente dez quilômetros da BR-277, no Pinho de Baixo, foi aberta em 2018 e é um espaço de meditação e prática de terapias alternativas.

Cristina recebeu as equipes com um almoço vegano, preparado com alimentos produzidos na comunidade do Pinho de Baixo. E para finalizar o passeio na cultura italiana as equipes foram conhecer a artesã Elita Rossa Sartoretto que produz geleias, queijos, licores, artesanatos diversos e cultiva um orquidário bem diversificado, enfim produtos que carregam a identidade local; e conheceram também a Vinícola Cosmo, que faz o tradicional e conhecido vinho da região. 

E desta forma finalizou-se a visita nos municípios comtemplados da região Terra dos Pinheirais.

Texto: Cibele Bilovus

» Veja mais fotos